Lua Vazia - UOL Blog

Lua Vazia


25/11/2006


Almíscar

 

 

 

Emanações da libido

nuvem de algodão nada doce

esconde inumeráveis perfis

O cheiro de terra e almíscar

atiça intempéries

a mutação da força hormonal

atração e repúdio

se fundem em alta temperatura

uma lucidez do sentir

natureza febril

dividindo por ímpar o seu par

 

 

Zeca Pestana

 

Escrito por Zeca Pestana às 00h21
[ ] [ envie esta mensagem ]

18/11/2006


Camurça

 

 

 

Dai-me o princípio prazer

infinita busca

eriçando os pêlos

caminhos de camurça

toque dos dedos

até o sexto sentido adormecer

 

 

Zeca Pestana

 

Escrito por Zeca Pestana às 23h13
[ ] [ envie esta mensagem ]

14/11/2006


Eco

 

 

 

Atuar calando uma dor

ao eco das palavras

ator sem platéia

Contar uma mentira

embaraçado novelo do ego

entidade sem casca

Expor recordações em relances

recontar uma verdade

realidade de muito pouco valor

espetáculo sem pausa

 

 

Zeca Pestana

 

 

Escrito por Zeca Pestana às 21h48
[ ] [ envie esta mensagem ]

02/11/2006


Lis

 

 

 

Vis-à-Vis

pensamentos e sentimentos

ressurgem

Embebedado em licor de anis

a poção milenar

ambrosia da premonição

visagem

Nos vestígios da heresia

a roda dos tempos

moto-perpétuo

sem final

Forjado no fogo intraderme

a assinatura das bruxas

símbolo imortal

flor de lis

 

 

Zeca Pestana

 

 

Escrito por Zeca Pestana às 22h07
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web: