Lua Vazia - UOL Blog

Lua Vazia


28/02/2007


Ninho

 

 

 

Sempre fui um viajante estranho

quase invisível impressão

vislumbre de ilusão

das asas tortas

cortadas

Aceitei o vento

frescor do querer

o suspiro num adeus

Sobrevoei as intempéries da razão

grave lei da gravidade desafiada

aprendi a ler os pensamentos

agora não assento mais

em ninho de iguais

sem identidade

 

 

Zeca Pestana

 

Escrito por Zeca Pestana às 19h46
[ ] [ envie esta mensagem ]

19/02/2007


Carnaval

 

 

 

Ser o filho do carnaval

concebido no mês de fevereiro

das águas dispersas do aquário

no fluxo desatento

dança úmida

Ter as tentações estampadas no rosto

um demônio andrógino

o genital atento

Máscaras de múltiplas personalidades

reproduzem o que mentem

escondido em mim

início sem fim

querubim

 

 

Zeca Pestana

 

 

Escrito por Zeca Pestana às 19h24
[ ] [ envie esta mensagem ]

15/02/2007


Híbrido

 

 

 

Amálgama da vida

frutuoso pacto dos amantes

fecunda força

1/3 do poço feminino

eu tu ele

2/3 da posse masculino

nós vós eles

3/3 de híbrido sexo

o triângulo da criação

vibra a carne

simbiose

viagem em ângulo adentro

tateando e conjugando

o tempo do ser

 

 

Zeca Pestana

 

 

Escrito por Zeca Pestana às 20h23
[ ] [ envie esta mensagem ]

06/02/2007


Lágrima

 

 

 

A boca craquelada

árida

ávida

por uma única gota incolor

lágrima que verte

cálida

 

 

Zeca Pestana

 

Escrito por Zeca Pestana às 18h40
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web: