Lua Vazia - UOL Blog

Lua Vazia


29/11/2007


Pedigree

 

 

 

Achou quem buscou

elo libertador

irracional

Flerta por entre calçadas e avenidas

expurga o presente

aceita o não

come migalhas dividida com famintos

o incomensurável padrão

um pobre vira-lata

luxo pedigree

tessitura do lixo racional

corremos todos o mesmo risco

abandonados quando desinteressam

salivando feito cão sem dono

perdido na bifurcação

urbi et orbi

o neon

fel

 

 

Zeca Pestana

 

 

Escrito por Zeca Pestana às 00h59
[ ] [ envie esta mensagem ]

18/11/2007


Hortelã

 

 

 

Amanhece

o lençol amassado

no contorno dos abraços

a fresta de luz penetrando na janela

o frescor do sabonete e a boca de hortelã

um café quente para reanimar

as névoas e vapores

simples assim

despertar

 

De tão decantado que é o amor

frágil coração me(n)taliza

exilado e assustado

vaga além

fica hospedado na caixinha de música

ao lado da cabeceira

insone mente

hiberna

 

 

Zeca Pestana

 

Escrito por Zeca Pestana às 19h51
[ ] [ envie esta mensagem ]

10/11/2007


Relicário

 

 

 

Sutilmente e sem muito alarde

as danças viram passos

abandonam o salão

gesto essencial

bagagem

Na procissão dos dias

delineado rastro em páprica picante

impregna vultos na parede

textura e cor

insinua

outroras festas festejadas

o solitário hai-kai

relicário

uma cadeira esquecida

obscena cena

desvario

um par que se perdeu

 

 

Zeca Pestana

 

 

Escrito por Zeca Pestana às 17h22
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web: