Lua Vazia - UOL Blog

Lua Vazia


28/06/2008


Rédea

 

 

 

Deus me livre do mal

liberto eu

libertino

da rédea crivada

a profunda linha do destino

 

 

Zeca Pestana

 

Escrito por Zeca Pestana às 16h29
[ ] [ envie esta mensagem ]

21/06/2008


Porcelana

 

 

 

Quem reside na vitrine iluminada

é só um molde alucinado

marionete sem o fio

ilusão de ótica

engana

olhar vitrifica

sobrevive ao trejeito

clarificada tez de porcelana

o boneco imita a vida

dublê do sonho

vivifica

passo a passo

na imagem infantil

cria a sua ilha da fantasia

 

 

Zeca Pestana

 

 

Escrito por Zeca Pestana às 23h21
[ ] [ envie esta mensagem ]

13/06/2008


Catarse

 

 

 

Amoral

ser um canibal

dentes desejosos de carne

o predador na sexta-feira ímpar

algarismo cabalístico

início de noite

bestial

uma paixão

no toque agridoce

sem saber qual é a meta

provocar alguém de sangue quente

predisposta vítima indefesa

nem questiona o nome

na solidão loquaz

oferecida

aceita o papel

satisfeito os apetites

assina em uivos lacerantes

visto a catarse mundana que vivo

interlúdio breve da razão

adormece ao dia

o lado B

 

 

Zeca Pestana

 

 

Escrito por Zeca Pestana às 03h03
[ ] [ envie esta mensagem ]

07/06/2008


Código

 

 

 

Código

em cadeado

limite insuportável

no buraco da fechadura

a presença quase indesejável

o esconderijo do enigmático valor

procrastinado a me sentir ateu

cabisbaixo e de pé firme

no nó da madeira

a perpétua lei

o perigo

em aço inox

não abro nem ferrando

 

 

Zeca Pestana

 

 

Escrito por Zeca Pestana às 18h40
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web: